Feeds:
Posts
Comentários

Archive for maio \30\UTC 2008

Você mora em São Paulo e gosta de comer pizza em casa? Pois então, lá vai uma novidade…

As pizzas entregues nos domicílios paulistanos agora terão que conter um lacre de segurança ou selo de garantia. Tudo por conta da nova lei publicada no Diário Oficial de São Paulo, que passou a vigorar na última quinta-feira, 29.

Muitos donos de pizzaria foram pegos de supresa, segundo a reportagem do Diário de S. Paulo. Mas, por enquanto, a Vigilância Sanitária “dará um tempo” para eles se adequarem a nova lei.

A multa para quem for flagrado com as pizzas sem o lacre está estipulada em R$ 500.

E segundo o ex-presidente da Associação Pizzarias Unidas, Kléber Barbosa Gonçalves, o custo dos lacres para cada pizza varia de R$ 0,30 A R$ 0,50. Não há informações se esse valor será repassado para o custo das pizzas. O que, cá entre nós, certamente acontecerá.

A “lei do lacre” foi proposta pelo Vereador Claudinho (PSDB/SP). Ele garante que com o lacre, as pizzas chegarão nas casas com “a mesma qualidade” que saiu da pizzaria, e também com mais garantia de higiene.

Me parece ser uma boa idéia, já que não é raro as pizzas serem entregues com algum “defeito”, seja pela falta de azeitona, ou tomate, que podem ter sido “retiradas” no caminho. Mas esperar pela “mesma qualidade” não me parece ser seguro. Afinal, nada como saborear a famosa “redonda” numa pizzaria, seja com a família, com a (o) namorada (o) ou com os amigos.

Saiba mais:

Pizzas entrega em casa em SP terá lacre obrigatório

Associação Pizzarias Unidas

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

A lei publicada no Diário Oficial do Estado de Santa Catarina, no dia 21 de maio, com o nº 14.435, proíbe a realização de desfiles de moda com modelos que apresentam nível de massa corpórea menor a 18,5 kg/m².

Modelos muito magras, com índice menor não poderão desfilar no Estado, sendo que as agências, e os organizadores de eventos de moda que permitirem a presença de moças com menos de 18,5 Kg/m², pagarão multa que varia de R$10 mil a R$50 mil.

As jovens só poderão desfilar com a apresentação de um atestado médico que comprove o número igual ou superior ao considerado tolerante (18,5 Kg/m²).

O índice de massa corpórea (IMC) é calculando fazendo-se a divisão do seu peso (em Kg), pelo resultado da multiplicação de sua altura (em metros)(altura x altura). O IMC é divido em quatro categorias, sendo elas:

Abaixo do peso  Abaixo de 20 Kg/m²
Peso normal 20,0 – 24,9 Kg/m²
Sobrepeso 25,0 – 29,9 Kg/m²
Obeso 30,0 – 39,9 Kg/m²
Obeso mórbido 40,0 e acima Kg/m²

 

A medida tomada para que as modelos muito magras não possam desfilar é uma boa iniciativa. Deveria tornar-se lei em todo país, desta forma, reduziriam os riscos de mortes de modelos por doenças como anorexia, bulimia, na qual ficam sem se alimentar para atingir um suposto peso idel, para alcançar o esteriótipo exigido pela indústria da moda, de mulheres excessivamente magras e altas.

Pode até ser que para desfilar certas roupas seja necessário um belo corpo, até porque estão vendendo um produto e se neste caso, aquela que vestir o produto não for bonita, a roupa consequentemente não terá o mesmo peso que se vestida por uma bela mulher. Mas em primeiro lugar está a saúde,  e até que ponto vale a pena sacrificar sua vida por um ideal de beleza que, às vezes, nem é o melhor?

O melhor deveria ser aquele em que a pessoa se sinta bem e que, principalmente, esteja saudável!

Para saber mais:

 Lei proíbe desfile de modelos muito magras em SC

 Entenda  o Índice de Massa Corpórea

 

 

 

(Paola Peres)

Read Full Post »

“O mundo precisa entender que a Amazônia brasileira tem dono. O dono da Amazônia é o povo brasileiro: são os os índios, os seringueiros, os pescadores. Mas também somos nós. Temos consciência de que é preciso diminuir o desmatamento, as queimadas. Mas também temos a consciência de que é preciso desenvolver a Amazônia”.

Essa foi a resposta indireta do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva para a reportagem publicada na semana passada no periódico norte-americano The New York Times, que trazia a seguinte pergunta: “De quem é esta floresta amazônica, afinal?”.

A declaração de Lula aconteceu durante XX Fórum Nacional, na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), nesta segunda-feira, 26, no Rio de Janeiro.

Teve mais…

Lula criticou abertamente os países ricos (claramente os EUA) pela não aceitação do Protocolo de Kyoto, que prevê a limitação de gases poluentes na atmosfera. O Brasil faz parte do acordo desde fevereiro de 2005.

“Foi muito bonito assinar, maravilhoso, mas quem tinha que tomar medidas para cumpri-lo não referendou”, cutucou o Presidente.

Não sou fã do Lula, mas desta vez gostei de suas declarações.

Como pode a imprensa norte-americana lançar uma idéia “grotesca” para seu público de que a Amazônia não tem dono? E como pode os EUA, o país que mais contribui com a poluição, não assinar o Protocolo de Kyoto?

De nada adiantaria os ativistas do Greenpeace, os idealizadores do site Amazônia Para Sempre ou de qualquer outra ONG responderem para eles. A resposta para os americanos tinha mesmo que partir da autoridade máxima que existe aqui no Brasil.

E já que aqui tem possibilidade de também responder àquela reportagem do NY Times, lá vai: “A Amazônia é do Brasil e ponto final!”.

Understand?

Saiba mais:

Amazônia brasileira tem dono, diz Lula

‘Amazônia tem dono e somos nós, brasileiros’, afirma Lula

Principais pontos do Protocolo de Kyoto

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

Peço desculpa aos freqüentadores do blog, pois este post terá um tema um pouco diferente dos anteriores, não irei falar sobre nenhum acontecimento específico de uma determinada cidade.

Quero falar sobre um tema que causa uma certa polêmica, divide opiniões, que é a reforma ortográfica pela qual passará a nossa língua portuguesa.

Desde que saí do ensino médio (2004/2005) ouço professores falando que haverá uma mudança na ortografia brasileira. Até então, não acreditava muito, pois já passaram três anos e nada.

Mas agora parece que vai ser diferente. Li uma matéria no G1 – Brasileiros terão que reaprender ortografia da língua portuguesa, e fiquei bastante surpresa com as “novidades” e os avanços do tema.

De acordo com o site, a nova reforma ortográfica deve entrar em vigor em janeiro de 2009, e constará nos materiais didáticos a partir de 2010.

O objetivo da mudança seria a unificação da língua portuguesa entre os países: Brasil, Portugal, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe, para facilitar o intercâmbio entre as nações.

As mudanças previstas na reforma são inúmeras, como:  o hífen aparece em palavras como reescrever e reeleger, mas some de palavras como anti-religioso, que ganhará um “r”.

Em algumas palavras será aceita a dupla grafia: por exemplo, a palavra econômico também poderá ser escrita com acento agudo: económico, já que esta é a grafia de portugal, país que faz parte do acordo.

Além destas, existem outras mudanças como tirar o acento agudo de determinadas palavras, entre outras.

Ao ler a notícia, fiquei me perguntando: “será que precisa de tudo isso para melhorar o intercâmbio entre os países?”. Minha visão pode parecer um pouco conservadora, mas qual a relevância em colocar hífen em uma palavra que não tem e tirar de uma que tem?! Sinceramente, não sei.

Quando tinha uns 12/13 anos, sempre que precisava fazer algum trabalho da escola, usava livros que foram da época em que minha mãe estudava, e neles via palavras como “ele” com acento, assim: êle. No começo achava estranho e sempre tinha que arrumar essas palavras nos meus textos.

Mas depois de um tempo comecei a entender para que aqueles acentos todos serviam, eram para mostrar exatamente em que lugar ficava a sílaba tônica da palavra. Com aquele monte de acentos não tinha como errar na pronúncia da palavra.

Agora fiquei curiosa para saber o que vai acontecer com a nossa língua.  Mas de qualquer forma, espero que não a estraguem.

 Veja a matéria do G1:

http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL534504-5604,00-BRASILEIROS+TERAO+QUE+REAPRENDER+ORTOGRAFIA+DA+LINGUA+PORTUGUESA.html

(Paola Peres)

Read Full Post »

A região Sul do Brasil está mais uma vez em alerta por conta de um fenômeno da natureza.

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), um ciclone extratropical deve se formar no Oceano Atlântico ainda nete sábado, 24, e causar fortes chuvas e ventos fortes, de até 80 km/h (100km/h em pontos isolados), no Rio Grande do Sul.

Os Estados de Santa Catarina e Paraná também estão em alerta. Há possibilidade de fortes chuvas nas duas regiões ocasionadas pelo ciclone.

A previsão é de que o fenômeno dure até este domingo, 25.

É a segunda vez neste mês que um ciclone deixa os sulistas assustados. No começo de maio, outro ciclone extratropical deixou quase 25 mil pessoas desalojadas por alagamento. 80 mil gaúchos ficaram sem energia elétrica. Os ventos naquela ocasião chegaram a 125km/h. Para saber mais sobre os danos do ciclone anterior clique aqui.

“Os ventos (deste ciclone ) podem atingir até 100 km/h, mas em alguns pontos isolados. A média mesmo será de ventos de 60 km/h, bem mais fraco do que os do ciclone passado”, disse o meteorologista Olívio Bahia do Sacramento Neto.

Saiba mais:

Ciclone pode provocar ventos de mais de 80 km/h no RS

Ciclone com ventos de 80 km/h atinge RS e SC

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

A partir das 12h deste domingo, 25, haverá a 12ª edição da Parada do Orgulo de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros (GLBT) na Avenida Paulista, no centro de São Paulo. A manifestação acontece para mostrar o orgulho do público Gay, que faz diversos tipos de protestos, principalmente contra o preconceito dos heterossexuais.

O tema central deste ano será contra a interferência da religião nas decisões políticas e jurídicas do Brasil.

O coordenador-geral de Diversidade Sexual da Prefeitura de São Paulo, Cássio Rodrigo, diz também que a manifestação serve como “protesto pelos direitos que são negados nos outros 364 dias do ano.” Os organizadores esperam sensibilizar os deputados e senadores para criarem leis que defendam o direito dos homossexuais.

Em 2007 3,5 milhões de pessoas marcaram presença na parada. Já para este ano a expectativa, segundo os organizadores, é ainda maior.

O percurso na Avenida Paulista é de 3,5 quilômetros. A Polícia Militar destacará 1400 homens (sendo 400 para cuidar dos arredores). Outros 320 seguranças terceirizados também estarão na Parada. Um helicóptero também estará à disposição da PM.

Turismo

Segundo a SPTuris, a Parada Gay movimenta cerca R$ 189 milhões. Mais de um terço dos participantes são turistas, o que faz da Parada o maior evento turístico de São Paulo. A Parada paulista, aliás, é a maior do mundo. Em 2007, a taxa de ocupação dos hotéis no centro chegou a 85%.

A SPTuris informa também que os turistas que vêm a São Paulo para participar da Parada Gay gastam mais dos que vêm para o Carnaval ou Salão do Automóvel, por exemplo.

Como chegar ?

Os interessados em participar da Parada Gay podem optar pelo metrô. As estações da Linha-Verde: Consolação, Trianon-MASP e Brigadeiro são as melhores opções.

Esquema de trânsito

De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a Avenida Paulista será interditada nos dois sentidos a partir das 10h de domingo, no trecho entre a Alameda Joaquim Eugênio de Lima e a Rua Peixoto Gomide.

Em seguida, às 11h30 a interdição na Paulista será ampliada para entre as ruas da Consolação e Peixoto Gomide. Os 22 trios elétricos que animam a Parada sairão da frente do Masp e seguirão pela Rua da Consolação em direção à Praça Roosevelt. Na parte final do percurso, os trios vão se dividir entre a Rua Rego Freitas e a Avenida Ipiranga.

A partir das 12h, os bloqueios acontecem também nos dois sentidos da Rua da Consolação entre as avenidas Paulista e Ipiranga. No sentido Centro, a Consolação será bloqueada entre as avenidas Ipiranga e São Luis.

Também haverá interdições na Rua Rego Freitas, entre Consolação e Major Sertório, e na Avenida Ipiranga, entre Consolação e São Luis. Segundo a CET, a liberação das ruas será gradual, após a passagem da Parada em cada trecho. A previsão é que o desbloqueio total ocorra até as 21h.

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA CLICANDO AQUI!

Saiba mais:

Organizadores reforçam tom político da Parada Gay em SP

O maior arco-íris do mundo em SP

12ª Parada Gay colore SP neste domingo

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

Uma falha no sistema de freios foi a responsável pela paralisação na linha leste de trens, na manhã de quarta-feira, 21, na cidade de São Paulo.

O problema ocorrido por volta das 07h30, numa das composições do trem, causou transtorno para milhares de passageiros, que estavam nos vagões que seguiam da estação Tatuapé em direção ao Brás, pela linha 11- Coral  (Luz/Guaianases/Estudantes).

Com a quebra do transporte, os passageiros acionaram o botão de emergência , desceram do trem e resolveram seguir a pé pela linha até a próxima estação. Com o tulmuto dentro dos vagões, pessoas passaram mal  e outras protestaram o fato jogando pedras no veículo.

O excesso de pessoas nos trilhos e a composição quebrada, fizeram com que o trem que vinha em seguida, também tivesse que parar. Desta forma o número de passageiros andando nas linhas foi enorme, cerca de 6 mil usuários.

Durante o período de paralisação, o metrô passou a operar em esquema especial para atender a grande demanda de passageiros, que usam o transporte ferroviário todos os dias.

Mais uma vez o transporte público mostrou sua (in)eficiência, como trata a população. Além de muitos veículos serem velhos, de estarem em um estado precário e de o usuário ter que andar “espremido”, ainda tem que suportar falhas e quebras.

Mas o melhor de tudo é ouvir políticos dizendo que temos que combater o trânsito da cidade de São Paulo, e para isso, a população deve utilizar mais o transporte público, para assim diminuir o número de veículos. Até parece piada…

E se você acha que este tipo de problema dificilmente acontece, é bom começar a usar mais o transporte público de São Paulo, você verá coisas que nunca imaginou que fosse ver. E para ilustrar que panes como esta são comuns, dê uma olhada no texto deste blog, ele relata um problema bem semelhante ao de quarta, ocorrido em março deste ano: http://newscomex.wordpress.com/2008/03/07/panes-retiram-tres-trens-da-cptm-de-circulacao-na-linha-c/

Fontes:

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u404018.shtml

http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid176276,0.htm

http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL488812-5605,00.html

(Paola Peres)

Read Full Post »

Older Posts »