Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \29\UTC 2008

O ex-presidiário Antonio Gomes Francisco, de 40 anos, se matou ao atirar contra a própria cabeça depois de manter sua família como refém por mais de 17 horas, em Serra, na Grande Vitória (ES), nesta sexta-feira, 29.

Francisco manteve confinou da casa da ex-sogra, a ex-mulher, seu filho – um bebê de 3 meses – e a ex-cunhada, desde às 14h da quinta-feira, 28.

A ex-mulher conseguiu escapar da casa, em um momento de distração de Francisco. Sem a principal refém, o ex-presidiário disparou um tiro na própria cabeça.

 O bebê havia sido liberado nas primeiras horas da noite de quinta-feira, em troca de um refrigerante

Segundo a Polícia, Francisco estava inconformado com a separação, ocorrida há 15 dias.

Saiba mais:

Homem se mata após manter ex-mulher e filho reféns por 17 h

(Lielson Tiozzo)

Anúncios

Read Full Post »

Uma mãe de 18 anos foi presa em flagrante na madrugada desta quarta-feira, 27, por ser suspeita de atear fogo em suas duas filhas na casa onde morava, em Parelheiros – Zona Sul de São Paulo.

A Polícia ainda investiga o caso, mas a principal hipótese é de que o crime foi cometido após uma briga da jovem Ana Carla com o marido, o mecânico Paulo Lopes dos Santos Júnior, de 21 anos.

Emeli, a filha mais nova de 3 meses, morreu carbonizada no local. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas nada pôde fazer. 

Já Evelim, de 1 ano e 4 meses,  foi socorrida por vizinhos e está internada em estado grave na UTI do Hospital Estadual do Grajaú.

A menina teve 18% do corpo queimado, com queimaduras de segundo grau, a maior parte na cabeça e nos membros superiores.  Ela está sedada e respira com a ajuda de aparelhos. 

Ana Carla foi encaminhada para o 25º Distrito Policial, em Parelheiros. De acordo com a polícia, ela deve ser transferida ainda nesta quarta para um Centro de Detenção Provisória.

Versão dos vizinhos

Ana Carla teria confessado o crime aos vizinhos. Seu marido, Paulo, teria dito que sairia de casa. Para impedir a ação, a jovem ameaçou colocar fogo nas filhas.

Por volta das 23h, os vizinhos perceberam uma movimentação estranha na casa de Ana Carla. A jovem saiu para a rua e contou que tinha matado as duas meninas. Os vizinhos tentaram apagar o fogo, mas só conseguiram salvar Evelim.

Saiba mais:

Mulher é presa suspeita de atear fogo nas duas filhas

Mãe ateia fogo nas duas filhas e uma das crianças morre em SP

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

Dezenas de estudantes decidiram acampar no pátio próximo à reitoria  da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) na noite dessa segunda-feira, 25.  Os manifestantes farão uma assembléia geral nesta quarta-feira, 27, ou quinta-feira, 28, para definir a pauta de reivindicações.

Uma das prováveis causas da ocupação é a renúncia do reitor Ulysses Fagundes Neto. Ele deixou a Unifesp na segunda, após o Tribunal de Contas da União (TCU) apontar irregularidades em suas prestações de contas em 13 viagens internacionais como representante oficial da instituição.

O TCU constatou que os gastos ilegais do reitor chegaram a quase R$ 230 mil, por meio de um relatório de 58 páginas. 

Neto se defende e garante que reembolsou a Unifesp dos gastos considerados pessoais.

Impasse

Os estudantes são contrários à maneira que a universidade pretende eleger o novo reitor. Eles não aceitam a posse do vice-reitor, Sérgio Tufik, e também a escolha de um sucessor feita apenas pelo Conselho Universitário.  

Segundo o coordenador-geral do DCE da Unifesp, Tiago Chergo,  o grupo de estudantes pretende sugerir uma eleição paritária para a escolha do novo reitor. Neste caso, alunos, funcionários e professores teriam o voto com o mesmo peso. 

Ministério adverte

O Ministério da Educação (MEC) declarou, por meio de nota oficial, que o vice-reitor, Sérgio Tufik, irá assumir a reitoria da Unifesp interinamente por 60 dias.

“O Ministério da Educação espera que no tempo regimental a instituição informe o nome do novo dirigente, de acordo com os princípios da autonomia universitária”, adverte a nota. 

A universidade ainda não tomou posicionamento oficial sobre quem será o novo reitor e nem a forma como ele será escolhido. 

Saiba mais:

Estudantes acampados na Unifesp farão assembléia para decidir reivindicações

Estudantes passam a madrugada acampados em frente à Unifesp 

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

Um menino de 11 anos é suspeito de furtar ao menos oito veículos, entre carros e motos, em São Paulo. Ele acabou apreendido por policiais da Guarda Civil Metropolitana na Zona Sul, quando foi flagrado na direção de um Gol furtado na última quinta-feira, 21.  

Depois de ser levado ao 80º DP, o menino foi liberado e saiu acompanhado de seu pai. O próprio pai admitiu, em depoimento, que seu filho participava de furto de veículos. 

A polícia não pôde encaminhá-lo na mesma quinta-feira à Fundação Casa, a antiga Febem, devido à determinação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). 

Como o menino tem menos de 12 anos, não tem condições legais de ser preso. Mas seus pais podem ser responsabilizados pelos seus crimes.

No entanto, nesta segunda-feira, 25, o  Conselho Tutelar de Santo Amaro (Z/S) vai encaminhar um relatório à Vara da Infância e da Juventude para ela decidir o destino do menino.

O Conselho acompanha o menino desde 2006, por conta de suas fugas de casa e ausências na escola. À época, ele recebeu diversos tratamentos psicológicos, mas nada adiantou.

“O nosso trabalho acabou. Os pais também não têm nenhum domínio sobre ele e a decisão terá que ser tomada pela Justiça”, comenta o conselheiro tutelar Roberto Araújo.

Saiba mais:

Justiça vai decidir destino de menino de 11 anos flagrado com carro furtado

Menino de 11 anos é suspeito de furtar oito veículos em SP

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

Os danos causados pelo fogo podem custar o fim da existência da instalação do Teatro Cultura Artística situada no Centro de São Paulo. Peritos do Corpo de Bombeiros e do Departamento de Controle do Uso de Imóveis (Contru) estiveram no local durante a manhã desta segunda-feira, 18, e constaram que as estruturas correm sérios riscos de desabamento.

A administração do teatro irá aguardar o laudo da perícia, que deve sair entre 10 a 20 dias, para tomar uma decisão. Mas a possibilidade do Cultura Artística mudar de local é grande.

O espaço onde o teatro está instalado poderá ser arrendado. Uma parceria será proposta para empresas, a fim de construir outro local para as peças e concertos. Diversas apresentações já haviam escolhido o Cultura Artística até julho de 2009.

A apólice de seguro do teatro, avaliada em R$ 5 milhões, não será suficiente para compensar os danos, segundo Eric Klug, responsável por relações institucionais da Sociedade de Cultura Artística. 

Um piano de R$ 100 mil, comprado no começo deste ano, foi completamente consumido pelo fogo. Cenários e figurinos da peça O Bem Amado, estrelada por Marco Nanini, também foram destruídos.

Bombeiros permanecem no local

Bombeiros interditam a calçada próxima; movimento na rua é tranqüilo

Bombeiros interditam a calçada próxima; movimento na rua é tranqüilo (Fotos: LT)

Por volta das 15h30 desta segunda-feira, dois caminhões e uma camioneta do Corpo de Bombeiros permaneciam em frente ao teatro.  Toda a calçada do Cultura Artística estava interditada. Alguns curiosos paravam para observar, enquanto que a imprensa aguardava novas informações.

A Defesa Civil garante que a fachada, com a obra de Di Cavalcanti, não corre risco de desabar.

Fachada do Teatro não é atingida pelas chamas

Entenda mais:

Incêndio destrói parte do teatro Cultura Artística em SP

Saiba mais:

Estrutura do Teatro Cultura Artística corre risco de desabar

Estrutura do Teatro Cultura Artística corre risco de desabamento 

Teatro Cultura Artística pode ir para outro lugar

Seguro do Cultura Artística não deve pagar prejuízo do incêndio

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

O quadro Minotauro, Bebedouro e Mulheres é o último encontrado dos quatro que foram roubados da Estação Pinacoteca, no dia 12 de junho, em São Paulo. A obra do espanhol Pablo Picasso foi recuperada na sexta-feira, 15, mas por determinação da Polícia, a divulgação só aconteceu nesta segunda-feira, 18.

Segundo as primeiras informações, a obra foi encontrada na Zona Oeste de São Paulo. A Polícia ainda não especificou com quem ela estava durante os mais de dois meses de roubo.

O principal suspeito é apelidado de  “Paulinho”. Ele seria um dos foragidos da quadrilha que organizou o roubo.

As câmeras da Pinacoteca flagaram, no dia 12 de junho, os bandidos levando em sacolas as obras Mulheres na Janela (1929), de Di Cavalcanti, O Pintor e seu Modelo (1963), Minotauro, Bebedouro e Mulheres (1933), ambas de Picasso e Casal (1919), de Lasar Segall.

A obra O Pintor e seu Modelo foi a primeira encontrada.  No dia 18 de julho, a Polícia descobriu que ela estava escondida no telhado de uma casa na Zona Leste.

No começo deste mês, a Polícia  recuperou as obras Mulheres na Janela e O Casal. Elas também foram encontradas na Zona Leste, e assim como O Pinto e seu Modelo, já estão expostas na Pinacoteca.

Entenda mais sobre o caso:

Duas das obras roubadas da Pinacoteca são encontradas

Obra de Picasso é recuperada em São Paulo

Bandidos levam quatro obras da Pinacoteca

Saiba mais:

Polícia recupera última obra roubada da Pinacoteca

(Lielson Tiozzo)

Read Full Post »

Faixada do Cultura Artistica

Entrada do Teatro Cultura Artística (Fotos: Lielson Tiozzo)

Um incêndio atingiu boa parte do prédio do teatro Cultura Artística, localizado no centro de São Paulo, por volta das 5h da manhã deste domingo, 17. A casa de espetáculos fica na rua Nestor Pestana, altura do número 200, e recebe peças, orquestras, entre outros.

O fogo deixou a principal sala, Esther Mesquita, com capacidade para 1156 pessoas, completamente destruída; além de atingir também os camarins, a aparelhagem técnica, o palco, os cenários, a platéia.

Segundo o corpo de bombeiros, ainda não é possível determinar a causa do incêndio. Mas ele pode ter acontecido por uma explosão que ocorreu em um prédio vizinho. Não há registros de feridos.

Por causa do incidente, os eventos do teatro estão sendo remarcados ou cancelados.

Esta é a nota oficial do Cultura Artística:

Comunicado

 

Na madrugada de domingo, o Teatro Cultura Artística se incendiou, para grande consternação da Sociedade de Cultura Artística e amantes das artes.

Apesar do infortúnio, os concertos desta segunda-feira (18 ) e terça-feira (19), com a Orquestra Filarmônica de Liège serão mantidos, transferidos para outros locais. Possuidores de ingressos para o dia 18 de agosto assistirão ao concerto no Teatro Municipal de São Paulo. E os possuidores de ingressos para o dia 19 de agosto, assistirão ao concerto na Sala São Paulo.

Os artistas, programas e horários serão mantidos.

As sessões dos outros espetáculos que estão em temporada no Teatro, “O Bem Amado” e “Toc-Toc”, estão temporariamente interrompidas. Os espetáculos serão transferidos para outros teatros a serem definidos e divulgados nos próximos dias. Os ingressos já adquiridos serão ressarcidos.

Para mais informações, a Sociedade de Cultura Artística está atendendo ao PÚBLICO no telefone (11) 3256-0223 e 3258-3344.

Agradecemos ao suporte incondicional oferecido pelas entidades culturais paulistanas.

SOCIEDADE DE CULTURA ARTÍSTICA

***

Patrimônio Histórico

Apesar da força das chamas, o painel de 48 metros de largura por 8 metros de altura assinado por Di Cavalcanti, que fica na fachada, não foi atingido.

Fachada com Obra de Di Cavalcanti não é atingida pelo fogo

Fachada com obra de Di Cavalcanti não é atingida pelo fogo

O teatro Cultura Artística foi inaugurado em março de 1950 com a apresentação do maestro Heitor Villa-Lobos e Camargo Guarnieri. Por lá já passaram grandes nomes do teatro brasileiro, como Paulo Autran, Bibi Ferreira, Tonia Carrero, Sérgio Cardoso, entre muitos outros.

O local possui duas salas, a Esther Mesquita e a Rubens Sverne, com 1.156 e 339 lugares, respectivamente. A sala menor não foi atingida pelo fogo, mas sofreu danos por causa da  água utilizada para conter as chamas.

Veja mais:

Incêndio destrói Cultura Artísitica; diretora do teatro fala em luto

Incêndio no Cultura Artísitca cancela apresentações de teatro e concertos

Polícia investiga incêndio no Cultura Artística; fachada do prédio é salva

Vc repórter: incêndio atinge teatro Cultura Artística em São Paulo

(Paola Peres)

 

Read Full Post »

Older Posts »