Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Atenção motoristas que trafegam pelas rodovias Ayton Senna, Dutra, Fernão Dias e ainda em alguns trechos da Marginal do Rio Tietê, pois o grupo conhecido como gangue das pedras voltou a atacar quem passa por estes locais.

Os bandidos são conhecidos por colocarem pedras, paralelepípedos nas pistas, para que furem o pneu dos veículos. Assim, ao parar para trocar, o motorista é abordado e sofre o roubo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, de janeiro a setembro deste ano já foram registrados 21 casos, sendo que todos estão sendo investigados pela polícia. Mas segundo o delegado Sérgio Luiz da Silva Alves, os assaltos não são feitos pela mesma quadrilha, já que em cada roubo são diferentes os números de ladrões. Em uma ação o número de homens pode ser de três, quatro, cinco ou até mais.

Apesar de suspeitar de gangues diferentes, a polícia civil afirma que o método utilizado é sempre o mesmo, através de pedras nas pistas. Durante operações para tentar conter e prender os bandidos, a polícia já conseguiu prender um homem procurado pela justiça, além de pessoas que faziam arrastões em engavetamentos na Rodovia Ayrton Senna.

Atenção aos locais de ação dos criminosos

Na Marginal Tietê os roubos ocorrem depois do término da Ayrton Senna, entre o Viaduto Milton Tavares de Souza e a Favela Bela Vista. Na Fernão Dias, as ações acontecem no início da rodovia, no sentido Belo Horizonte. Já na Dutra, as quadrilhas atuam na chegada a São Paulo, próximo da Marginal.

Você que é motorista, fique atento. Se estiver em algum destes locais e o pneu furar, tente continuar andando o máximo que puder. Evite parar logo que acontecer o problema, chame ajuda. Se for abordado, tente não reagir e não esqueça de procurar a polícia.

Fonte: Estadão

Gangues voltam a atacar carros nos acessos a SP

(Paola Peres)

Read Full Post »

O ciclone extratropical citada no post anterior e que atingiu parte da região sul do Brasil, causou a morte de duas pessoas. Um caminhoneiro foi atingido por uma árvore enquanto tentava ajudar a retirar da pista da RS-129 um eucalipto em Serafina Corrêa (RS).

A outra vítima foi uma senhora encontrada morta em sua casa, que estava alagada. Ainda não se sabe se sua morte foi causada por afogamento ou por ter passado mal pelo temporal.  

Os transtornos climáticos deixaram ainda mais de 25 mil desalojados no RS e 31 cidades em situação de emergência em SC.

As fortes chuvas e rajadas de vento também afetaram o abastecimento de energia na região, sendo que 270 mil pessoas tiveram a luz cortada neste fim de semana, na região metropolitana de Porto Alegre, em todo o litoral sul e parte das serras gaúchas.

As chuvas e ventos que atingem a região devem permanecer até terça-feira, 6. A previsão é de que ainda devem ocorrer mais temporais e rajadas de ventos que podem chegar até 100km/h no leste do RS.

(Paola Peres)

Fontes:

http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid167147,0.htm

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL453370-5598,00-CICLONE+EXTRATROPICAL+PERMANECE+NO+SUL+DO+PAIS+ATE+TERCAFEIRA.html

http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI2865536-EI8139,00.html

 

Read Full Post »

Este é o título de uma matéria publicada no site do jornal O Estado de S. Paulo, do dia 28 de abril, ontem, sobre a população moradora de rua no Brasil. Segue matéria na íntegra:

Morador de rua tem emprego e renda, aponta pesquisa

79,6% fazem pelo menos uma refeição por dia e 19% dos entrevistados não conseguem se alimentar diariamente

MILTON F.DA ROCHA FILHO – Agência Estado

SÃO PAULO – A maior parte da população moradora de rua no Brasil (70,9%) possui atividades remuneradas, segundo a Pesquisa Nacional sobre a População em Situação de Rua, realizada em parceria entre a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). São atividades como as de catador de materiais recicláveis, os chamados guardadores de carros nas ruas, empregado de construção civil e de limpeza ou como ajudante de embarque de carga nos portos brasileiros.

A maioria (52,6%) recebe entre R$ 20 e R$ 80 por semana e 15,7% têm a esmola como principal meio para a sobrevivência. A pesquisa foi realizada em outubro do ano passado e envolveu pessoas com mais de 18 anos que vivem nas rua de 71 cidades, com mais de 300 mil habitantes. Dos entrevistados, 58,6% afirmam ter alguma profissão. Entre as ocupações mais citadas destacam-se as ligadas à construção civil (27,2%), ao comércio (4,4%), ao trabalho doméstico (4,4%) e à mecânica (4,1%).

Segundo o texto da pesquisa “esses dados são importantes para desmistificar o fato de que a população em situação de rua ser composta por ”mendigos” e ”pedintes”. Aqueles que pedem dinheiro para sobreviver constituem minoria”. No entanto, 1,9% dos entrevistados confirma trabalhar com carteira assinada e 47,7% nunca tiveram trabalho formal.

A pesquisa serviu para identificar 31.922 moradoras de rua nas cidades pesquisadas vivendo em calçadas, praças, rodovias, parques, viadutos, entre outros, ou ainda pernoitando em instituições como albergues e igrejas. Pela pesquisa, 79,6% fazem pelo menos uma refeição por dia e 19% dos entrevistados não conseguem se alimentar diariamente. A pesquisa revela ainda que 68,9% dormem nas ruas; 22,1%, em albergues; e 8,3% costumam alternar.

Assistência

A maioria ouvida pela pesquisa (71,3%) disse que passou a viver e morar na rua em conseqüência do alcoolismo ou do uso de drogas, desemprego e brigas familiares. E aponta um fato sério: os programas governamentais não alcançam 88,5% dos entrevistados, que negam receber qualquer benefício do governo. Do total dos entrevistados, 95,5% disseram não participar de nenhum movimento social e 61,6% não exercem o direito ao voto.

                                                       *****

Ao ler a matéria fiquei me perguntando, “mas será que é isso mesmo?”. Acho que eles fizeram a pesquisa em várias cidades brasileiras e esqueceram São Paulo. Sou paulistana, nasci e sempre vivi aqui, e é incrível como a cada dia que passa, aumenta o número de moradores de rua, principalmente no centro da cidade. Mas mais incrível ainda é ouvir discurso de político que fala que vai ajudar, só que a ajuda nunca chega.

Outro dia, estava no ônibus e me assutei com o número de pessoas vivendo em baixo do Elevado Costa e Silva (mais conhecido como Minhocão), entre dois pilares do viaduto, cheguei a contar 15 pessoas vivendo ali, passando fome, frio, calor, sede e tantas outras coisas.

E não me parece que aquelas pessoas ali, possuem algum tipo de trabalho, assim como a maioria que vive na capital paulistana.

Bom, mas se está na pesquisa … se bem que não acredito em tudo que as pesquisas dizem.

E você, o que acha destes dados?

(Paola Peres)

Fonte: http://www.estadao.com.br/geral/not_ger164686,0.htm

Read Full Post »

A cidade de São Paulo chega a sua quarta edição da Virada Cultural. Neste final de semana, começando às 18h do sábado, 26, às 18h do domingo,27, serão muitas atrações nos principais pontos do centro da capital paulista, nos CEUs, nas unidades do Sesc, nos teatros, museus, Mercado Municipal, entre outros.

 As atrações poderão ser vistas durante às 24h de programação. Para isso, os serviços de transporte público sofrerão alterações. O metrô funcionará durante todo o evento. As linhas de ônibus serão alteradas, os veículos funcionarão como circulares. Desta forma as pessoas não precisam ir de carro para conferir tudo.

Se você tem vontade de ir à Virada Cultural, mas não sabe a programação, confira tudo o que vai acontecer no site: www.viradaculural.org

Ou pelo site: http://www.garconete.com.br/nova/viradacultural.asp            Aqui você encontra a tabela completa com todos os horários e atrações, também é possível montar sua própria grade de horários.

Para quem quer ir, mas não tem companhia, vai a dica de um grupo que montou um roteiro com alguns passeios, algumas atrações.

O grupo se chama  “Caminhos Turismo” e percorrerá o centro da cidade, dividindo-se em prgramas culturais e shows. Segue o roteiro do grupo:

Pontos de Encontro

Shows

Para saber mais sobre o grupo e sua programação, acesse: http://caminhosturismo.wordpress.com/tag/viradacultural/   ou http://www.caminhosturismo.com    

Se você for à Virada, volte e deixe aqui seu comentário sobre o que viu, sobre as atrações que conferiu.    

Mais sobre o evento em: http://www.prefeitura.sp.gov.br/portal/a_cidade/noticias/index.php?p=23103          

(Paola Peres)                                                                                  

Read Full Post »

Na noite desta terça-feira, 22, por volta das 21h, parte da cidade de São Paulo se assustou com um tremor de terra causado por um terremoto de magnitude de 5,2 na escala Richter.

O sismo aconteceu a 270 Km da capital paulista, no Oceano Atlântico, mas pôde ser sentido em Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e Minas Gerais.

 O fenômeno durou cerca de três segundos, mas os reflexos (tremores)  chegaram a durar um mintuto. Sendo Santos e São Vicente as cidades que mais sentiram, pois eram as que estavam mais próximas do epicentro.

Este foi o primeiro abalo sísmico registrado no ano de 2008. Segundo o observatório sismológico de Brasília, nos últimos dez anos foram registrados mais de 5 mil abalos.

Então para aqueles que ficaram assustados e preocupados, esta não foi a primeira e nem será a última vez.

Já para o jornalista Alexandre Carvalho, o terremoto deu fim a mística de que o Brasil é um país maravilhoso, onde não ocorre este tipo de fenômeno natural. Em seu blog, Cotidiano Nacional, escreveu um post sobre o fato, para saber a opinião dele, acesse: http://cotidianonacional.wordpress.com/

Eu, particularmente, continuo achando o Brasil um país maravilhoso no que diz respeito à natureza. É um país fértil, diversificado, mas que infelizmente vem sofrendo (assim como todos os países) mudanças drásticas, sendo praticamente todas causadas pela mão do homem, que quer mexer, modificar e dominar a natureza.

(Paola Peres)

Fontes:

O Estado de S.Paulo

Terra

Folha de S.Paulo

Reuters

 

Read Full Post »

O “Caso Isabella Nardoni” praticamente já tem um desfecho. Pai, Alexandre Nardoni, e madrasta, Anna Carolina Jatobá, foram indiciados por homicídio nesta sexta-feira, 18.  O casal prestará depoimento e outras testemunhas ainda serão ouvidas até este sábado.

 

A morte de Isabella teve o cenário esclarecido pela perícia. A menina foi torturada e depois arremessada pela janela do quarto de um apartamento do sexto andar, na Zona Norte de São Paulo.  As causas do delito, no entanto, ainda não foram divulgadas, ou sequer foram descobertas.

 

Segundo dados obtidos pelo Jornal Nacional, a perícia constatou que as marcas de tortura em partes do corpo de Isabella foram causadas pela madrasta.

 

Os peritos ainda indicaram que Alexandre teria arremessado Isabella. Marcas de sangue da menina foram encontradas nos trajes que o pai utilizou no dia do crime.

 

Hoje, 18 de abril, Isabella completaria 6 anos. Em vários lugares, como igrejas, escolas e até no cemitério onde ela está sepultada foram feitas homenagens.

 

Nós, Lielson e Paola, em nome do Blog das Cidades, também prestamos a nossa homenagem à criança. Lamentamos o ocorrido e, assim como vários anônimos, esperamos que a Justiça faça sua parte.

Read Full Post »

O Blog “De Tudo um Muito”, de Matheus Laureano, publicou na sexta-feira 11 de abril uma reportagem do  Terra Magazine sobre o caso Isabella Nardoni.

 

Um antropólogo da Univeridade Federal da Bahia foi entrevistado e definiu que a morte da menina está sendo tratada como uma “novela mexicana” pela mídia. 

 

Para aqueles que estão cansados da cobertura excessiva e “doentia” da mídia sobre o caso, vale à pena ler!  

 

A reportagem pode ser conferida através deste link: “Caso Isabella virou rotina doentia”.

Read Full Post »

Older Posts »