Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘violência contra crianças’

Uma mãe de 18 anos foi presa em flagrante na madrugada desta quarta-feira, 27, por ser suspeita de atear fogo em suas duas filhas na casa onde morava, em Parelheiros – Zona Sul de São Paulo.

A Polícia ainda investiga o caso, mas a principal hipótese é de que o crime foi cometido após uma briga da jovem Ana Carla com o marido, o mecânico Paulo Lopes dos Santos Júnior, de 21 anos.

Emeli, a filha mais nova de 3 meses, morreu carbonizada no local. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas nada pôde fazer. 

Já Evelim, de 1 ano e 4 meses,  foi socorrida por vizinhos e está internada em estado grave na UTI do Hospital Estadual do Grajaú.

A menina teve 18% do corpo queimado, com queimaduras de segundo grau, a maior parte na cabeça e nos membros superiores.  Ela está sedada e respira com a ajuda de aparelhos. 

Ana Carla foi encaminhada para o 25º Distrito Policial, em Parelheiros. De acordo com a polícia, ela deve ser transferida ainda nesta quarta para um Centro de Detenção Provisória.

Versão dos vizinhos

Ana Carla teria confessado o crime aos vizinhos. Seu marido, Paulo, teria dito que sairia de casa. Para impedir a ação, a jovem ameaçou colocar fogo nas filhas.

Por volta das 23h, os vizinhos perceberam uma movimentação estranha na casa de Ana Carla. A jovem saiu para a rua e contou que tinha matado as duas meninas. Os vizinhos tentaram apagar o fogo, mas só conseguiram salvar Evelim.

Saiba mais:

Mulher é presa suspeita de atear fogo nas duas filhas

Mãe ateia fogo nas duas filhas e uma das crianças morre em SP

(Lielson Tiozzo)

Anúncios

Read Full Post »

A menina Isabella de Oliveira Nardoni, de cinco anos, morreu ao cair do sexto andar do Residencial London, na Zona Norte de São Paulo, no final da noite do último sábado (29). Isabella chegou a ser socorrida e levada para a Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu aos ferimentos. 

A Polícia Militar acredita que houve tentativa de homicídio, apesar de ainda não tratar o pai biológico de Isabella e a madrasta como suspeitos. Segundo relatos de PMs, que prestaram atendimento, havia sangue em alguns cômodos do apartamento onde a menina morava e um corte na grade da janela.   

O delegado titular do 9º Distrito Policial (Carandiru-SP), Calixto Calil Filho, acredita em duas hipóteses. Ou os pais da menina são os culpados, ou alguém invadiu o apartamento e cometeu o homicídio. 

Em depoimento, o pai de Isabella, o consultor financeiro Alexandre Alves Nardoni, de 29 anos, disse que não estava no apartamento no momento em que aconteceu a tragédia. (Leia mais: http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid148638,0.htm 

É de se investigar o caso com cuidado e usar o bom recurso das gravações das câmeras de circuito interno. Não é fácil um indivíduo invadir um apartamento e sair sem ser visto com todo os equipamentos de segurança existentes nos edifícios de São Paulo.

Seria injusto condenar o pai ou a madrasta de Isabella sem haver provas concretas, apesar de as evidencias irem contra eles.  

Contudo, quando o verdadeiro culpado for encontrado, cabe a Justiça Brasileira tentar funcionar pelo menos uma vez na vida. Nada melhor do que uma prisão perpétua para uma pessoa que mata uma criança indefesa… 

Saiba mais sobre o caso:

http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL374809-5605,00.html  

“Caso Isabella virou rotina doentia”

Read Full Post »